Documento sem título Documento sem título
 Documento sem título Santo Amaro no Maranhão
História.
A origem da Cidade de Santo Amaro do Maranhão, vem do século XVII, quando um grupo de jesuítas se instalou no município, fugindo da reforma do marquês de Pombal (Portugal). As fazendas Santo Inácio, Alegre e Santo Agostinho foram as primeiras instalações a receberem bois, ovelhas, cabras e cavalos, que os padres traziam.

O líder dessas transações era um padre chamado Amaro que, mais tarde, deu nome ao lugar. O povoamento se deu com o intercâmbio de culturas entre índios e mercadores oriundos de diversas partes do mundo e de negros trazidos como escravos, resultado da passagem de mercadores, que vinham de São Luís e aportavam em Primeira Cruz com destino à cidade de Tutóia.
Atrações Turísticas.
De janeiro a julho, no período chuvoso, as lagoas estão mais cheias e melhores para o banho. Elas se formam entre dunas de areia de até seis metros de altura. As visitas ocorrem no sentido da margem esquerda do Lago Santo Amaro e são realizadas em pequenos barcos.

O visitante pode apreciar as ricas e diversificadas flora e fauna aquática da região. Já no período, que vai de agosto a dezembro, as áreas mais visitadas se situam à margem direita do Lago Santo Amaro e os passeios podem ser realizados a pé, de bicicleta, a cavalo ou em carros tracionados. A lagoa da “gaivota” é outro local bom para dar uns mergulhos e amenizar o calor.

Para alcançá-la, pode margear o rio Alegre ou partir da Praça da Igreja N. S. da Conceição, de carro, de anil ou a pé. E da lagoa até o mar são 15 quilômetros. É necessário optar por um guia, que conhece os melhores caminhos e para não cair nas armadilhas das dunas.
Orgão Públicos .
Secretaria de Meio Ambiente e Turismo:
Praça Nossa Senhora da Conceição, s/n Centro. CEP: 65195-000 Fone/Fax: (98) 3369 1186.
Hospital Municipal Monsenhor Amaral:
Rua das Palmeiras,s/n – Centro. CEP: 65195-000. Fone: (98) 3369 1182.
Destacamento da Polícia Militar:
Praça Nossa Senhora da Conceição, s/n – Centro. CEP: 65195-000 Fone: (98) 3368 1033.
Banco Postal do Bradesco:
Praça Nossa Senhora da Conceição, s/n – Centro.
CEP – 65195-000. Fone: (98) 3369 1124.
Posto da Caixa Econômica Federal:
Praça Nossa Senhora da Conceição, s/n – Centro. CEP: 65195-000.
Como Chegar.
O visitante viaja até a rodovia de referência, que liga São Luís a Barreirinhas (MA-402), tomando como partida um lugar chamado Rosarinho, a 190 quilômetros da capital. A partir daí, são apenas 33 quilômetros de distância até as águas do rio Alegre, uma espécie de portal de Santo Amaro. Entretanto, a travessia, pela areia fina, só é possível com animais hábeis e veículos tracionados.
Infra-estrutura.
A cidade está despertando para a sua vocação turística, através da iniciativa privada. Portanto, começam a ser construídos hotéis, pousadas e bons restaurantes para os padrões da região. Este último, especialmente, servindo pratos típicos de boa comida maranhense, como galinha caipira, caldeirada de peixe, entre outros. O serviço de telefonia funciona muito bem, exceto de celulares.

Pontos Baixos: Os veículos, como pau- de- arara, levam os passageiros do povoado Sangue até S. Amaro, em horário fixo, com poucas vagas e o atendimento deixa a desejar. Pontos Altos: O fator que dificulta o acesso ao povoado de S. Amaro protege o turismo desenfreado e evita o turismo massificado. A comunidade é bastante receptiva. Criaram até uma cooperativa de serviços turísticos com vários profissionais ao setor.
Clima.
De janeiro a julho, o período é chuvoso, com temperatura amena. Já de agosto a dezembro é verão com temperatura que varia de 30 a 35°.
Festividades: 1° de julho, Dia de S. Amaro; 8 de dezembro, Dia de N. S. da Conceição; 10 de novembro, aniversário de criação do município.
Localização.
A aproximadamente 212 quilômetros de São Luís, Santo Amaro é o mais novo destino para o ecoturismo do Brasil. O município faz parte do Pólo Parque dos Lençóis, situado no litoral oriental do Maranhão, que também envolve os municípios de Humberto de Campos, Primeira Cruz e Barreirinhas.

Caracteriza-se pela existência de belas paisagens como praias, dunas, campos, rios, lagos e lagoas, situadas em meio à mata de restinga, cerrado e manguezais. Anualmente, de maio a setembro, o parque serve de base para alimentação e reprodução de inúmeras espécies de aves coloniais e migratórias.

Devido à exuberância e diversidade de seus recursos naturais foi escolhido para as gravações do filme “Casa de Areia”, do cineasta Andrucha Waddington.
População. São cerca de 15 mil habitantes, 40% moram na sede e 60% residem entre zona rural e litoral.
Documento sem título
COPYRIGHT @ 2015 TURISMO-MA - Todos os Direitos Reservados